Crie o Hábito de Meditar e Transforme sua Vida!

A relação da postura e emoções – Mudando com a meditação

A relação da postura e emoções incluem uma ligação intrínseca e complexa, como expressão do corpo e que pode apresentar cargas emocionai e disfunções motoras.

Neste sentido, é importante que você entenda exatamente como o desenvolvimento postural acontece e como isso aumenta a chance de que outras predisposições ocorram.

Afinal, dá para entender melhor como tudo isso acontece e como a meditação pode ajudar no melhoramento geral do corpo, mente e da vida. Confira!

Como acontece o desenvolvimento da postura

relação da postura e emoções

Primeiramente, o desenvolvimento postural pode ser compreendido através de um conteúdo bastante completo da Clínica da Criança e do Adolescente.

O que você deve saber é que a coluna possui quatro curvaturas e que garante:

  • Força e equilíbrio para o ser humano;
  • Permite o ato de andar e se movimentar;
  • Também garante que você fique parado em uma mesma posição.

No início da vida, até os quatro anos, o desenvolvimento é rápido, junto com o sistema nervoso, sendo essenciais para a definição futura.

Geralmente, as principais mudanças acontecem na adolescência, onde acontecem desvios e curvaturas anormais.

Popularmente, esses problemas são conhecidos como corcunda ou posicionada para frente/lados. Ou seja, você nota visualmente que não está ereta.

É importante destacar que esse desenvolvimento se dá, principalmente, por fatores como:

  • Excesso ou falta de atividade física;
  • Uso de calçados inadequados, incluindo saltos;
  • Carregamento de peso em excesso, como mochilas;
  • Má postura contínua ao se sentar e em movimentos gerais, etc.

Ou seja, considere que a coluna começa o seu desenvolvimento desde antes do nascer e, a partir dos primeiros anos de vida, começa a ser impactada por agentes externos, do ambiente, o que inclui os comportamentos.

Relação da postura e emoções

Mesmo que o desenvolvimento postural se inicie na infância, é na vida adulta que os impactos realmente são mais observados e que as relações com as emoções se tornam mais predominantes.

Em suma, o que acontece é que podemos perceber que, a maneira como a sua postura está, influencia em como você se sente, reage e até mesmo nas suas interações sociais.

Inclusive, a postura é um problema de saúde pública.

Afinal, as alterações aumentam a possibilidade de doenças degenerativas na vida adulta e nos idosos.

Justamente por isso, um estudo publicado da Revista Eletrônica Multidisciplinar – Facear ganhou destaque.

De acordo com os autores, a postura funciona como uma representação das emoções de maneira somática.

Isso quer dizer que, a postura e as emoções funcionam de forma que, uma contribui com a outra, incluindo situações e sentimentos passados ou atuais.

O Jornal NH publicou uma matéria interessante sobre isso, mostrando que manter uma postura ruim pode aumentar em até 30% a produção do hormônio cortisol.

Como resultado, aumenta os sentimentos ligados a estresse e depressão, podendo também contribuir com o desenvolvimento do transtorno.

Na busca por entender como se dá a relação da postura e emoções, pode-se definir o corpo como um meio de expressão.

Ou seja, a maneira com o seu corpo está, e a sua postura, traduz a forma como você se sente.

Tudo é ativado de maneira completa, já que o ser humano é uma junção complexa que envolve mais que o orgânico e o anatômico.

De acordo com o bacharel em esporte Samorai, não há como reduzir um indivíduo a apenas um fator, sendo necessário considerar o todo.

Mudando com a meditação a relação da postura e emoções

Diante dessa relação tão próxima e até mesmo da dificuldade em entender como essa funciona, é essencial considerar a maneira como a meditação adentra nesse mundo.

Assim, o primeiro passo é compreender como essa relação pode ser observada diariamente.

Então, imagine duas pessoas distintas, cada qual trabalha em um ramo diferente e possui suas rotinas diárias.

Uma delas tem a postura mais encurvada, como se tentasse ocupar o mínimo de espaço, anda sempre com a cabeça baixa e tem dificuldade em olhar os demais nos olhos.

A outra tem uma postura mais ereta, está sempre olhando para frente, conversa olhando nos olhos e assim por diante.

Muito provavelmente, o primeiro indivíduo é:

  • Muito tímido;
  • Fala em um tom baixo;
  • Quase nunca é ouvido;
  • Apresenta sinais de ansiedade;
  • Pode parecer triste ou distante, etc.

Já o segundo sujeito, dá aquele aspecto de estar pronto para o que pode acontecer, explica seu ponto de vista, escuta os demais, dá atenção a quem está a sua volta e pode parecer mais alegre, vivo e que vai se dedicar as coisas.

Neste ponto, a meditação vem para afirmar diversos pontos:

  • Centralidade;
  • Reflexão;
  • Conforto e posição.

Dessa forma, é uma mudança completa de vida que tem o objetivo de fazer você parar diante de todas as correrias do dia, desenvolver a sua atenção e melhorar até a memória.

Com isso, você presta mais atenção nas coisas que estão acontecendo à sua volta, nas relações, na qualidade da sua vida diária.

A prática da meditação envolve ficar com a coluna ereta. Sendo ideal que você preste atenção em cada parte do seu corpo.

Aos poucos, é capaz de melhorar a postura diária, em todas as atividades, ao passo que melhora a qualidade do sono e as ações cognitivas.

O que acontece com essa mudança?

Enfim, ao começar a meditar e entender a relação da postura e emoções, você vai notar uma sensação de conforto consigo e com o mundo, de pertencimento e compreensão.

Não à toa, é natural que comece a se tornar uma pessoa mais ativa, que tome a iniciativa das coisas e que passa a nutrir melhor suas relações, seu trabalho e futuro.

Além disso, o cérebro muda, aumentando a produção no crescimento de células responsáveis pela tomada de decisão.

Em outras palavras, acontece uma evolução interna e externa, que promove uma mudança completa e torna a sua vida mais simples e funcional.

Assim, se você busca uma vida Mais Consciente, não deixe de clicar no card do WhatsApp aqui da página, confira os demais posts e nos siga nas redes sociais para não perder nenhuma novidade.