Autorresponsabilidade – assumindo as rédeas da sua vida.

Uma palavra que vem sendo bastante ouvida e usada nos últimos tempos…
Temos o costume de colocar nas mãos do outro a responsabilidade das nossas alegrias e dos nossos sofrimentos. Você já parou para pensar nisso?
Desde cedo, por medo das consequências, criamos o péssimo hábito de transferir a culpa para os outros ou para fatores externos como justificativa de nossas falhas. É tão comum que fazemos isso no modo automático. Porém, ao deixar de assumir nossos erros, perdemos não só a oportunidade de corrigi-los, como também o controle sobre várias situações de nossas vidas.
Veremos um exemplo que muitos de nós nos identificaremos: Final de um relacionamento amoroso. É bem habitual que as partes envolvidas culpem o outro pelo rompimento, apontando falhas cometidas. Além de culpar, muitas vezes, entram em um processo sofrido, achando que nunca mais serão felizes, que aquela determinada pessoa era o seu mundo e sua felicidade e que, consequentemente, ela é a culpada por todo sofrimento vivido naquele momento.
Pensando desta forma, a pessoa acaba esquecendo que existe sua contribuição para aquele momento está acontecendo, que a responsabilidade do final do relacionamento não é apenas do outro e sim de todas as partes envolvidas, o processo nunca é unilateral. Além disso, colocar a responsabilidade da felicidade e do sofrimento na mão da outra pessoa, acaba sendo um ato de autossabotagem. Como colar na mão do outro uma responsabilidade que é nossa e unicamente nossa?
Felizmente temos o poder de sermos felizes independente do outro e de situações externas. A verdadeira felicidade está dentro de cada um de nós.
Trabalhar a autorresponsabilidade desenvolve autonomia e autoestima. Tomar as rédeas de tudo que acontece em nossas vidas, seja o final de um relacionamento, um projeto fracassado, uma briga com um amigo, possibilita ver as coisas de um outro ponto de vista, de uma outra perspectiva. Autorresponsabilidade é entender que o resultado conquistado em qualquer situação são frutos, também, de seu comportamento e isso te motiva a mudar para alcançar resultados mais satisfatórios. Colocar a responsabilidade de toda situação na mão do outro é dizer para si mesmo que não temos força nem energia para mudar. E sabemos que isso não é verdade. O poder da mudança estar em nossas mãos. Pessoas que desenvolvem a autorresponsabilidade conseguem melhorar seus relacionamentos, ter uma vida mais equilibrada e mais produtiva.
Mas, a pergunta que não quer calar: Como desenvolver essa tal de autorresponsabilidade? O primeiro movimento que você precisa fazer é olhar para dentro. Refletir sobre suas próprias ações e como elas impactam a vida dos outro e do ambiente é uma ótima forma. Imergir em nossos pensamentos nos dá uma percepção mais ampla da realidade. E assim podemos discutir soluções para alcançar o que queremos. Isso parte tanto de uma mudança interior, tanto de uma mudança de hábitos.
Quando alcançamos a habilidade de ampliar nossa visão e questionar todas as coisas que nos acontece, sejam boas ou ruins, temos o poder de mudar nossa história. E isso é libertador!

Autorresponsabilidade – assumindo as rédeas da sua vida.

Uma palavra que vem sendo bastante ouvida e usada nos últimos tempos…Temos o costume de colocar nas mãos do outro a responsabilidade das nossas alegrias e dos nossos sofrimentos. Você já parou para pensar nisso?Desde cedo, por medo das consequências, criamos o péssimo hábito de transferir a culpa para os

Leia Mais »

A importância do autoconhecimento

Você acorda de manhã, se organiza para tomar banho, para ir trabalhar e se olha no espelho. Quem você vê? Uma pessoa melhor que antes? Uma pessoa que está em busca de crescimento, seja em qualquer âmbito da vida? Você conhece essa pessoa que, todas as manhãs, é refletida no

Leia Mais »

A Busca pela Felicidade

Vivemos nossa vida numa busca incansável pela felicidade. Já pararam para pensar que essa busca é o combustível que move a humanidade? É ela que nos força a estudar, trabalhar, ter fé, construir casas, realizar coisas, juntar dinheiro, gastar dinheiro, fazer amigos, brigar, casar, separar, ter filhos e depois protegê-los.

Leia Mais »

Com Mindfulness, vivemos a vida no momento presente

Aqueles que aprendem as técnicas costumam dizer que sentem menos estresse… Em uma noite fria de inverno, seis mulheres e dois homens sentaram-se em silêncio em um escritório perto da Harvard Square, praticando a meditação Mindfulness. Sentados, de olhos fechados, com as palmas das mãos apoiadas no colo, os pés

Leia Mais »

Neurociência: A Meditação Muda o Cérebro

Sara Lazar, neurocientista do Massachusetts General Hospital e Harvard Medical School, foi uma das primeiras cientistas a analisar os efeitos da meditação no cérebro. O que ela encontrou a surpreendeu – que a meditação pode literalmente mudar seu cérebro. Ela explica: Q: Por que você começou a pesquisar sobre meditação

Leia Mais »

Como começar a praticar mindfulness?

Manter a atenção plena no dia a dia é uma tarefa bastante difícil, porque há uma série de ações que devemos concretizar e que nos deixam, em determinados momentos, preocupados e angustiados. Para fugir dessa situação, uma excelente alternativa é começar a praticar mindfulness (modalidade de meditação)Segundo com uma pesquisa

Leia Mais »
Shopping Basket