Por que escondemos nossas emoções?

Não estamos habituados a dar ouvidos a nossas emoções, muito menos nos permitimos dar vasão e lidar com elas, mas todo esse movimento tende a atrapalhar o nosso crescimento emocional.

É bem verdade que não temos o poder de controlar tudo que acontece conosco e em nossa volta. Mas podemos controlar nossas reações a cada uma dessas situações.

O modo de vida que estamos levando, nos permite cada vez menos entrar em contato com nossas emoções. Estamos vivendo no modo automático, preocupados muito mais com o externo que o interno. As distrações são inúmeras: celular, redes sociais, televisão, filmes, séries. Olha pra si acaba sendo um exercício bastante desafiador, pois desde sempre, não fomos ensinados a fazer esse movimento.

Cada dia que passa parece ainda mais difícil estar em silêncio, dificultando assim a percepção das emoções e ouvir o que elas podem nos dizer. Muitas vezes, achamos que não vamos dar conta nem vamos conseguir lidar com cada uma delas. E aí, o que normalmente fazemos? Varremos todos os nossos sentimentos para baixo do tapete, “empurramos com a barriga” até onde conseguimos.

Segundo alguns estudos feitos pela psicóloga Camila Cury, a verdade é que temos medo do que vamos encontrar se olharmos muito para dentro, que provavelmente é algo muito difícil de enfrentar e que não daremos conta. Diante disso pensamos: não posso demonstrar o que estou sentindo, não posso ficar triste, preciso sair para me distrair ou fazer alguma coisa. Além disso, muitas pessoas entendem que reconhecer e expressar emoções, é um sinal de vulnerabilidade e demonstrar vulnerabilidade e imperfeições dá um certo medo e desconforto.

Esse movimento de acumular emoções faz com que hajamos com impulsividade além de tomarmos muitas decisões sem refletir o necessário.
As emoções agem principalmente em três planos: pensamentos, comportamentos e relações sociais. Ser inteligente emocionalmente não é controlar os pensamentos ou eliminar certas emoções pessoais e também dos outros, mas sim mudar a nossa relação com as emoções para construir um caminho de vida mais harmonioso, rico e pleno de sentido.

Existem várias formas para utilizar as emoções ao nosso favor:

Identifique suas emoções
Enfrente cada uma delas
Acolha tudo que sente
Cuide bem de si mesmo
Estabeleça uma boa relação com seus pensamentos

É possível usar mindfulness (atenção plena) em todos esses tópicos, em especial se já estivermos praticando essa técnica regularmente. A essência do processo é estar mais consciente do próprio estado mental e emocional durante todas as situações que chegam até nós, discriminando o que estamos sentindo para que possamos, então, reavaliar e regular todas as nossas emoções.

Google e o seu programa de Mindfulness: Search Inside Yourself

Os programas de mindfulness (atenção plena) tem se tornado cada vez mais comum dentro das empresas ao redor do mundo. Gigantes do mercado já apostam nas técnicas para melhorar a produtividade, criatividade e atenção de colaboradores, gestores e lideres. Hoje daremos o exemplo da gigante do mundo da tecnologia a

Leia Mais »

Curso de meditação mostra como enfrentar estresse durante pandemia

Curso de meditação mostra como enfrentar estresse durante pandemiaA pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) está provocando mudanças impactantes no mercado de trabalho, como a adesão do home office por muitas empresas. Porém, o aumento do trabalho remoto está deixando 62% dos profissionais mais ansiosos e estressados, de acordo com pesquisas

Leia Mais »

Meditação no tratamento da ansiedade! Funciona?

Pode-se dizer que a meditação nos ensina a trabalhar a mente de forma que ela fique relaxada e tenhamos controle dos nossos pensamentos para assim, observá-los com mais clareza. Quando aprendemos a nos concentrar com sabedoria, passamos a nos organizar melhor, observar melhor e relaxar. Com essa elevação da mente

Leia Mais »

O que significa ser grato

O dia de rompimento estava brilhando com o zumbido da natureza cuidando de seus negócios. Inspirando, senti-me acordado pela delicada mordida do ar da primavera. Expirando, senti meu hálito quente subir como uma oração matinal. Não havia nada especial acontecendo, apenas suavemente borbulhando quietude e beleza ao redor. Um momento

Leia Mais »

Autorresponsabilidade – assumindo as rédeas da sua vida.

Uma palavra que vem sendo bastante ouvida e usada nos últimos tempos…Temos o costume de colocar nas mãos do outro a responsabilidade das nossas alegrias e dos nossos sofrimentos. Você já parou para pensar nisso?Desde cedo, por medo das consequências, criamos o péssimo hábito de transferir a culpa para os

Leia Mais »
Shopping Basket