Crie o Hábito de Meditar e Transforme sua Vida!

Produtividade nas empresas – A meditação como ferramenta de suporte

A produtividade nas empresas surge, muitas vezes, como uma forma de elevar os lucros e otimizar as atividades internas, melhorando de maneira geral os negócios.

Entretanto, é essencial que você entenda como a meditação funciona como ferramenta de suporte, auxiliando no desenvolvimento geral dos colaboradores bem como no crescimento dos resultados.

Dessa forma, aqui você vai conferir exatamente do que precisa saber sobre o tema, desde o que é, como esse tema se funde a outros importantes para uma vida de qualidade e lucros, e mais.

Confira!

Produtividade nas empresas – O que é e como se relaciona com o trabalho

produtividade nas empresas

A produtividade é um termo bastante conhecido no mundo empresarial e que é usado com um sinônimo de “produzir mais em menos tempo”.

Entretanto, é preciso ir um pouco além dessa ideia inicial para compreender como é um assunto delicado.

Por isso, o primeiro passo é definir a produtividade como uma ação que envolve três pilares: eficiência, qualidade e rapidez.

Ou seja, é fazer o máximo possível, com total responsabilidade e qualidade, mas em um tempo menor.

Tal termo foi ganhando mais espaço devido as novas ferramentas e até inteligências, que vem se popularizando no mercado e mostrando que dá para aderir ao novo e ao futuro.

Neste aspecto, a produtividade nas empresas é destinada para tornar o meio mais eficiente, evitando o desgaste interno e até mesmo o desenvolvimento de problemas, como a Síndrome de Burnout.

Dessa forma, se você ainda tem alguma dúvida sobre o conceito, é válido considerar que a ideia de trabalhar sem parar já é algo ultrapassado.

Atualmente, o foco é garantir a qualidade máxima de todas as atividades internas de uma empresa, evitando a necessidade de correções ou retrabalho.

Por exemplo, imagine que você tem 3 funcionários para executar uma mesma tarefa.

Dois deles levam dois dias para fazer isso, mas o trabalho fica completamente finalizado e correto.

Já o terceiro funcionário, leva apenas um dia para realizar a tarefa, mas depois é preciso passar por revisões, correções e assim por diante. O resultado é: um dia de trabalho, um de correções e outro para refazer.

Na prática de uma empresa, isso provoca um problema gigante nos orçamentos e rotina, já que a maior parte das empresas não tem tempo ou pessoal para ficar “revisando” atuações.

Tipos de produtividade e relação com qualidade interna/externa

Os tipos de produtividade se dividem em quatro modalidades, que possuem características específicas, sendo eles:

  • Priorizador: mais realista, crítico, lógico e focado unicamente em fatos, geralmente é responsável por analisar, trazer soluções e orientar;
  • Planejador: com foco no pensamento organizado e sequencial, é aquele que encontra falhas/buracos, define planos e age na manutenção;
  • Arranjador: tipo pensado em avaliar emoções, percepções internas, trabalhar na interação das pessoas e nas vendas;
  • Visualizador: que é o tipo mais intuitivo e que lida bem com a pressão, mudanças, criações, etc.

Claro que, no dia-a-dia, é natural que esses tipos de produtividade se mesclem, mas você também pode perceber que algumas pessoas tendem a ir mais para um tipo que outro.

Através dessas características, fica mais fácil dividir o pessoal, escalar equipes e definir ações.

Nos Grupos de Estudo Mindfulness por exemplo, é comum que cada participante comece a perceber melhor essas nuances de si mesmo.

Mas, além disso, é essencial considerar como a produtividade afeta o interno, dentro das empresas, bem como externo, a vida do colaborador fora do emprego.

Em resumo, o que acontece é que, a alta produtividade dentro das empresas eleva as chances de sucesso na carreira, lucros gerais bem como reconhecimento e valorização.

Por outro lado, quando isso é feito de maneira excessiva, pode causar um efeito rebot.

Ou seja, ao invés de aumentar a produção, o colaborador se torna menos focado, perde concentração e passa a desenvolver sintomas negativos.

Logo, é importante que ocorra esse equilíbrio e planejamento por parte das empresas, combatendo problemas e facilitando o alcance de resultados positivos.

A meditação como ferramenta de mudança

Por fim, faz alguns anos que os estudos sobre meditação mostram a sua relevância na vida humana.

Justamente por isso, o número de praticantes triplicou, isso apenas em 2017.

De acordo com a faculdade UFRJ a meditação é capaz de reorientar o cérebro, ativar o pensamento e executar a rede central mais facilmente.

Muitos outros estudos, publicados nos últimos anos, inclusive na Scielo, mostram que o mindfulness e meditação facilitam as relações, reduz a pressão arterial, evita síndromes intestinais, ansiedade, depressão e muito mais.

Como medida de sucesso, muitas empresas vêm mudando o formato de trabalho diário.

Agora, muitas possuem espaços de descanso, salas com isolamento acústico, aulas de meditação e práticas de relaxamento e até mudando a carga horária.

O Google, por exemplo, defende a ideia de jornada reduzida de trabalho com foco em aumentar a produtividade, criatividade e reduzir estresse e doenças laborais.

Dessa forma, a produtividade nas empresas com o auxílio da meditação se dá através de pequenas mudanças, como:

Mudança na cultura interna

O primeiro passo é tornar isso tudo mais próximo dos colaboradores.

Sendo assim, reuniões periódicas, workshops e palestras sobre o tema e tomada de decisões em grupos são fundamentais.

Ainda que a cultura não mude rapidamente, essa implementação reafirma a necessidade de trazer o novo cenário para a rotina de trabalho.

Então, comece aos poucos, converse e tenha líderes confiáveis.

Tenha espaços adequados e horários inteligentes

Os horários inteligentes se referem a definir o melhor tempo e prazo para realização das atividades, seja elas quais forem.

O que inclui horário de entrada, saída, intervalos, paradas para café/banheiro e mais.

Além disso, ter um espaço de descanso, mesmo que pequeno, ajuda os colaboradores no descanso e carregamento das energias.

Meditação é abranger todas as áreas das empresas

Enfim, vale destacar que a meditação é algo abrangente, que pode ser feito de diversas formas.

Justamente por isso, pode ser interessante definir um plano de imersão e apresentar isso aos colaboradores aos poucos.

Sendo assim, se você quer uma vida Mais Consciente, busca melhorias dentro da empresa, avanço nos resultados financeiros e mais, traçar esse plano de apresentar mais sobre o tema é essencial.

Então, se dê esse tempo de contemplar e olhar para si, saindo da correria e apostando em planejamentos eficazes, acolhimento e compreensão.